• Empresa Júnior

Nosso aniversário

Estamos completando 24 anos de troca e incentivo ao empreendedorismo, compartilhados com todo mundo que interage com a gente


Em 1995, dois alunos da PUC-Rio começaram a se movimentar para atraírem clientes que precisassem de soluções dentro dos seus negócios. Sentados em uma das mesas de xadrez do campus da Universidade e usando um orelhão como principal meio de comunicação, eles começaram a chamar atenção de possíveis clientes. E da própria PUC também. Assim surgiu a Projeta Júnior – que hoje chamamos de Empresa Júnior PUC-Rio. Uma empresa de consultoria formada por jovens universitários de cursos diversos. Assumidamente jovens, vendemos um olhar livre dos vícios do mercado. Cabeças frescas, inovação e ousadia. Um exemplo clássico disso foi um dos nossos maiores cases, para a Domino’s. A marca chegou no Rio de Janeiro tentando entender os gostos do carioca e procurou a gente para ajudá-la. Fizemos uma pesquisa quantitativa para eles e entendemos que aqui comemos pizzas menos apimentadas, com uma borda mais fina – a Domino’s é mexicana, então dá para imaginar o quão picantes eram os produtos. Além disso, identificamos que no Rio comemos menos pizza na terça, dessa forma, o negócio pensou a tão conhecida estratégia de marketing da terça em dobro.


Como disse anteriormente, o fato de sermos universitários de cursos diversos também contribui para sermos tão open minded. Levantamos a bandeira da interdisciplinaridade como nenhuma outra empresa júnior. Hoje, temos pessoas de 15 cursos diferentes. Desde psicologia, passando por jornalismo, até engenharia. A pluralidade de conhecimentos está presente, não apenas quando trata-se do conhecimento técnico de quem trabalha aqui, mas também na maneira como as pessoas que detém esse conhecimento se comportam e agregam ao ambiente. As vivências diferentes de quem faz a EJ – como é chamada carinhosamente por nós – contribuem para um ambiente mais criativo, permeado por ideias que podem ser conflitantes, ou que podem ser complementares. E nos dois casos enxergamos as divergências de maneira positiva.


Em 2019, a empresa adotou um modelo de gestão colaborativa, que consiste no máximo de participação de todos os sócios – todos somos considerados sócios aqui dentro, pregamos a horizontalidade e este é um dos nossos maiores valores, mas também um dos nossos maiores desafios – em todas as grandes decisões tomadas pela empresa. Essa iniciativa vai de encontro com outro dos nossos valores mais essenciais: a troca. Somos formados por um corpo que muda a cada ano. A permanência em empresas juniores é inconstante, porque costuma ser a primeira grande experiência da maioria dos alunos com o mercado de trabalho e muitas vezes, dependendo do curso e dos desejos de cada um, um estágio fora da Universidade é necessário. Mas também enxergamos com facilidade os benefícios dessa fluidez. Consideramos que as soluções que vendemos são construídas, tijolo por tijolo, por meio dessas visões de mundo diferentes, desses olhares que enxergam problemas e maneiras de resolvê-los diversas. Por isso, a troca transparente entre os sócios é o principal motor de desenvolvimento e de cultivo da cultura EJ.


Tudo flui e nada permanece fixo, costumamos dizer. A nossa cultura é forte, envolve elementos que qualquer pessoa que não estivesse imersa nela e passasse um dia com a gente perceberia. Duas coisas que pregamos: queremos deixar tudo melhor do que pegamos, tanto quando trata-se dos nossos clientes, quanto em relação às nossas coisas. E ninguém mandou que a criássemos, quando nos referimos à empresa, porque se nós não fizermos o possível para que ela rode, ela deixa de existir. Afinal, mais que tudo a EJ é feita por pessoas. Mas apesar de termos firmeza no que acreditamos, também contamos com toda a espontaneidade da juventude. Porque, por mais que uma cultura consolidada seja fundamental para uma empresa ter sucesso, mudanças devem ser sempre bem vindas, afinal, por sermos cíclicos, a EJ nos acompanha e muda conosco, mas sem nunca perder a sua essência.


Nesses anos, além dos cases com empresas grandes dos quais nos orgulhamos tanto, também tiramos muitos negócios do papel. Nos sentimos honrados em recebermos a confiança de pessoas que tem ideias que foram alimentadas por anos e apostam tanto em nós. Os mais de 1.100 projetos que fizemos foram co-criados com os nossos clientes e somos gratos a eles por acreditarem no nosso trabalho. Além de sermos gratos a todos que contribuem para o nosso crescimento. Quem já passou por aqui, quem está aqui hoje, a PUC, os professores que nos dão suporte e o Instituto Gênesis – a maior incubadora de empresas da América Latina, que também nos apoia. Obrigada. Por mais 24, e mais 24, e mais 24 – infinitos – anos de brilho no olho. Feliz aniversário para nós.




– Maria Cecília Veloso

Rua Marquês de São Vicente, 225
Gávea Rio de Janeiro – RJ

21 3527 1782

images.png
logo-instagram-png-fundo-transparente4.p
facebook-logo-with-rounded-corners_318-9

Site desenvolvido por Empresa Júnior PUC-Rio